Saúde e Bem-Estar
  • UFSCar cria sensor que detecta o mal de Alzheimer em apenas 30 minutos

     

    Pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) desenvolveram um dispositivo que poderá ajudar a identificar o mal de Alzheimer ainda no início da doença. O exame, que funciona como um hemograma de rotina, pode identificar a presença de traços do Alzheimer em apenas 30 minutos.

     
    O exame é feito por meio do sensor eletroquímico, que identificam a quantidade de proteína Adam10 na corrente sanguínea. Quanto maior a alteração nos níveis dessa proteína, maior é o avanço do mal de Alzheimer no paciente, e caso a alteração seja menor, a doença pode ser detectada ainda no início.
     
    Os pesquisadores explicam que a descoberta precoce pode ajudar a retardar o aparecimento de sintomas da doença, já que o paciente pode adotar um estilo de vida mais saudável. Medidas que podem ajudar a minimizar os sintomas são:
    aprender um novo idioma, alimentação saudável, exercícios e estimulação cognitiva.
     
     
    Envie seu comentário:
    Acompanhe a Torrent
    • Facebook
    • Twitter
    • Torrent Pharma