Saúde e Bem-Estar
  • Exercícios em excesso podem prejudicar órgãos vitais

    Um estudo realizado pela Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto concluiu que o desequilíbrio entre o excesso de exercício físico e o período destinado à recuperação está associado a uma inflamação em músculos esqueléticos, sangue, hipotálamo, coração e fígado.
     
    Além disso, a chamada síndrome do overtraining pode desencadear sintomas como depressão, insônia, irritabilidade, queda na imunidade, perda de apetite e de peso.
     
    A pesquisa coordenada mostrou que há outras alterações negativas em órgãos vitais. “O diferencial dos nossos estudos, que vêm sendo desenvolvidos há 10 anos, é que, além dessas alterações na recuperação muscular por infecção, nós verificamos, em estudos com camundongos, que o desequilíbrio entre o excesso de exercício físico e o período destinado à recuperação está associado a uma inflamação em músculos esqueléticos, sangue, hipotálamo, coração e fígado”, explica o professor Adelino Sanchez Ramos da Silva, da Escola de Educação Física e Esporte, que liderou o estudo.
     

    https://www.facebook.com/torrentbrasil/ 

    Envie seu comentário:
    Acompanhe a Torrent
    • Facebook
    • Twitter
    • Torrent Pharma