Saúde & Bem-Estar
Comer com hashi estimula o cérebro, diz estudo
Comer usando hashi (palitinhos japoneses) faz bem para o cérebro, aponta estudos. Isso porque existem células nervosas concentradas nas pontas dos dedos, que ao manusear os pauzinhos, ou realizar qualquer atividade manual como a rotação de uma caneta ou lápis entre os dedos, por exemplo, promove a circulação sanguínea, que por sua vez, ajuda a eliminar os resíduos inúteis que podem impedir que nutrientes cheguem ao cérebro. Confira a matéria completa. Fonte: Leia Mais
Batatas fritas em temperatura muito alta te deixam mais velho, diz estudo
Se você já tem tendência a engordar e é daqueles que não resiste a uma porção de batatas fritas, muito cuidado! Pesquisadores comprovaram que as batatas, quando cozinhas a temperaturas superiores a 120º C, geram uma reação química que origina toxinas que aceleram o envelhecimento. Para evitar problemas como esse, recomenda-se cozinhar os alimentos com água, vapor ou no micro-ondas, frente ao assado ou a um preparo na grelha. Confira a matéria completa. Leia Mais
Falta de exercícios físicos é o fator de maior risco para mulheres acima dos 30, aponta estudo
Fazer atividades físicas é uma das melhores formas para se evitar doenças cardíacas. Uma pesquisa feita com 30 mil mulheres australianas nascidas nas décadas de 20, 40 e 70 constatou que a falta de exercícios físicos é o fator de maior risco para o aparecimento dessas doenças em mulher acima dos 30 anos. Já para mulheres abaixo dos 30 anos, o cigarro foi o fator mais preocupante em relação a doenças cardíacas. Confira a matéria completa. Fonte: IG Leia Mais
Diabéticos precisam de cuidados especiais com a pele
Especialistas alertam que diabéticos precisam ter cuidados especiais com a pele para evitar problemas graves, como, em casos extremos, a amputação. Essa preocupação se dá aos efeitos da ausência ou insuficiência de insulina no organismo do paciente, que faz com que a glicose não entre nas células e o açúcar fique de fora, sobrando na circulação. Alguns problemas comuns de diabéticos são: Pele mais fina e menos elástica; Cicatrização lenta ( Leia Mais
Estudo mostra ligação entre o consumo de bebidas alcoólicas e alta pressão arterial
Ingerir bebidas alcoólicas em exagero causa estreitamento das artérias, podendo aumentar o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, conforme aponta cardiologista do Bridge Hospital, Londres. O consumo ainda está relacionado à piora em quadros de hipertensão, diabetes e insuficiência cardíaca. O ideal para correr menos riscos seria: Controlar a quantidade de bebidas com álcool ingerida; Adotar um estilo de vida saudável; Não fumar Leia Mais
Atividades coletivas são mais benéficas para o cérebro do que em duplas
As trocas e interações em grupos exercem maior influência para prevenir o declínio cognitivo, segundo pesquisa publicada na Social Science & Medicine. O estudo analisou mais de 3400 adultos com 50 anos ou mais, e aqueles que relataram envolvimento intenso com grupos sociais tiveram melhor desempenho em testes que avaliam habilidades mentais, como memória de trabalho. Em contrapartida, interações em dupla não se mostraram suficientes para provocar efeito semelhant Leia Mais
Ciclismo aumenta disposição e diminui a fadiga
Pedalar aumenta a disposição em até 20% e diminui a fadiga em 65%, segundo pesquisa da publicação Psycotherapy and Psychosomatics. A atividade faz com que o corpo metabolize a gordura e ajuda a definir a musculatura das pernas, além de melhorar a coordenação motora e estimular o aparelho respiratório. De início, comece pedalando de 15 a 20 minutos, três vezes por semana. Lembre-se de utilizar tênis confortáveis e equipamentos como capacetes e luvas. Atente Leia Mais
Música clássica previne doenças neurodegenerativas, diz estudo
  Escutar música clássica com frequência ativa os genes associados à função cerebral e ajuda a prevenir as doenças neurodegenerativas, segundo estudo publicado por cientistas da Universidade de Helsinque, na Finlândia. Os pesquisadores concluíram que o estilo musical, quando escutado com frequência, aumenta a tividade dos genes envolvidos na secreção de dopamina, na neurotransmissão simpática, na aprendizagem e na memória, enquanto também torna menos ativ Leia Mais
Consumir amendoim reduz mortalidade por problemas cardiovasculares
Consumir amendoim, mesmo em pequenas quantidades, reduz a mortalidade causada por problemas cardiovasculares, segundo pesquisa publicada na revista da associação médica dos Estados Unidos. Os amendoins estão relacionados a uma diminuição da mortalidade geral entre 17% e 21%, e uma diminuição de 23% a 38% das disfunções por doenças cardiovasculares, segundo os autores do estudo. A pesquisa se baseou nos resultados de 70 mil indivíduos dos Estados Unidos e mais Leia Mais
Exercitar-se na meia-idade preserva o cérebro na velhice
Além dos benefícios imediatos para a saúde, exercitar-se na meia-idade ajuda a preservar o cérebro na velhice, segundo estudo da Escola de Medicina da Universidade de Boston, EUA. Foram avaliadas mais de 1200 pessoas com idade média de 41 anos, e posteriormente próximo dos 60 anos de idade. O estudo mostrou que aqueles que demonstraram melhor condicionamento físico na meia idade também obtiveram melhores resultados em testes cognitivos realizados com idade mais Leia Mais
Acompanhe a Torrent
  • Facebook
  • Twitter
  • Torrent Pharma